segunda-feira , 18 de dezembro de 2017

1º Aula de Lightroom: Introdução

1º Aula de Lightroom - Introdução

1º Aula de Lightroom – Introdução

O Lightroom 5 é um software indispensável para fotógrafos, pois nele é possível organizar, classificar, editar e dar diversos meios de saída para as imagens. Para quem disser que o aplicativo é muito caro e que não pode pagar, informo que o Adobe Lightroom + Photoshop no plano fotografia custam apenas R$ 22,00 mensais no site da adobe.

Ele não substitui o Photoshop, pelo contrário, trabalham em conjunto. A diferença entre eles é que no Photoshop trabalhamos diretamente nos pixels, e temos uma possibilidade bem ampla de manipulação, consequentemente podemos perder informações e qualidade, já o Lightroom não edita diretamente a imagem, mas cria um arquivo extra com as informações dessas alterações. Ou seja, fazemos os ajustes finos no RAW dentro do Lightroom, e partimos para o Photoshop para edições mais específicas, como recortes, montagens, entre outros recursos.

O Lightroom é dividido em módulos, separando a organização e classificação (Biblioteca), a edição (Revelação) e os meios de exportação (Livro, Apresentação de slides, Imprimir e Web). O Lightroom 5 traz um novo recurso de Mapas e GPS, mas voltarei a falar dele em um outro tutorial.

Lightroom – Criando um Catálogo

Antes de trabalhar com qualquer imagem no Lightroom, é preciso abrir ou criar um catálogo e importar suas imagens. Lembre-se que o software não copia as imagens para dentro dele, mas cria um link, ou seja, um caminho para onde as imagens estão. Ele trabalha com imagens de diversos formatos, sendo que, no processo de manipulação, os arquivos RAW têm melhores resultados.

Ao abrir o Lightroom pela primeira vez, teremos a janela mostrada no exemplo abaixo, para carregar ou criar um novo catálogo. Caso não seja a primeira vez que você abriu o Lightroom, e você já tem catálogos criados, poderá acessar essa janela de catálogos: é necessário abrir o programa com o Option (MAC) / Alt (PC) pressionado e ele carregará a lista dos últimos catálogos criados.

Lista de catálogos do Lightroom

Lista de catálogos do Lightroom

Clique em “Criar um novo catálogo…”, então escolho a pasta e o nome para o meu catálogo, depois é só clicar em criar que o Lightroom irá se iniciar.

Criar catálogo no Lightroom

Criando catálogo no Lightroom

Lightroom – Importando Fotos

Com o catálogo criado, temos a interface do Lightroom aberta e vazia. Agora, vamos importar nossas fotos, para isso primeiro clique em “Importar…” na parte esquerda inferior.

Catálogo vazio no Lightroom

Catálogo vazio no Lightroom

Agora escolha a origem das fotos menu do lado esquerdo, seja ela um HD externo, um cartão de memória ou o próprio HD etc.
Ao centro, temos a ação. Eu escolhi “Adicionar (Adicionar fotos ao catálogo sem movê-las)”, pois no meu caso as fotos já estão no meu computador e com backup em dia. Agora, se no seu caso a importação for de algum dispositivo externo (como citado anteriormente), sugiro que você utilize a opção “Copiar (Copiar as fotos para um novo local e adicionar ao catálogo)” escolhendo o destino no menu do lado direito.
Não recomendo usar a opção “Mover (Mover fotos para um novo local e adicionar ao catálogo)”, pois é sempre legal ter um backup das imagens para não correr riscos como quedas de energia.

Logo após selecionar o caminho de origem, as fotos aparecerão como um preview, ou seja, não podemos editá-las.

Seleção de importação das fotos no Lightroom

Seleção de importação das fotos no Lightroom

Ao lado direito, temos algumas opções de importação, como a opção de fazer uma segunda cópia, de renomear os arquivos, de inserir metadados e palavras-chave.

Configurações de importação no Lightroom

Configurações de importação no Lightroom

Podemos acompanhar o processo de importação das imagens por uma barrinha, no canto superior esquerdo.

Progresso da Importação no Lightroom

Progresso da Importação no Lightroom

Lightroom – Módulo Biblioteca

Para concluir a importação, vá no módulo Biblioteca, onde podemos organizar, classificar e visualizar nossas fotos. Aqui, podemos adicionar estrelas de 1 a 5 e rótulos (cores), exatamente como no Adobe Bridge. Temos também uma terceira opção de classificação, que são as bandeiras: bandeira branca, bandeira preta e sem bandeira.

Na barra abaixo, podemos classificar as imagens de acordo com o nosso gosto. Caso essas opções não estejam disponíveis, basta clicar na setinha no canto para definir quais recursos deseja deixar disponível.

Classificação de fotos no Lightroom

Classificação de fotos no Lightroom

No menu lateral esquerdo, tenho a aba Coleções. Criarei uma coleção, que é um grupo de determinadas imagens. O mais legal dessas coleções, é que não preciso copiar e colar meus arquivos, ou seja, duplicá-los: terei nessa coleção apenas um caminho para minhas imagens. Ou seja, determinada foto pode estar em infinitas coleções diferentes, sem precisar duplicá-la.

Seleciono as fotos que farão parte da minha coleção e, no menu “Coleções”, ao lado esquerdo, clique no ícone “+” e, no menu pop-up que irá surgir, clique em “Criar Coleção…”.

Criando coleção no Lightroom

Criando coleção no Lightroom

A coleção já foi criada e podemos vê-la sempre que quisermos no menu esquerdo em “Coleções”. Agora vamos aprender a visualizar as imagens.
Na parte central, temos algumas opções para visualizar as imagens, conforme podemos ver nos exemplos abaixo.

Das quatro opções, a primeira, que vem por padrão, mostra uma miniatura de cada foto.

Das quatro opções, a primeira, que vem por padrão, mostra uma miniatura de cada foto.

A segunda opção (tecla de atalho E) mostra cada imagem isoladamente.

A segunda opção (tecla de atalho E) mostra cada imagem isoladamente.

A terceira opção compara duas imagens selecionadas, e no modo Revelação mostra o antes e o depois.

A terceira opção compara duas imagens selecionadas, e no modo Revelação mostra o antes e o depois.

E a quarta opção mostra duas ou mais fotos, selecionadas para comparação.

E a quarta opção mostra duas ou mais fotos, selecionadas para comparação.

Ao selecionar uma imagem, temos no menu do lado direito, as suas características:

Histograma, com informações de ISO, distância focal, abertura e obturador.

Histograma, com informações de ISO, distância focal, abertura e obturador.

O Revelação Rápida, como o próprio nome diz, são algumas características que já podemos alterar antes de ir para o módulo de revelação. Eu, particularmente, prefiro fazer essas alterações apenas no módulo de Revelação, para ter mais precisão.

Revelação rápida do Lightroom

Revelação rápida do Lightroom

As palavras-chave inseridas no ato da importação foram gerais para todas as imagens. Caso seja necessário adicionar mais palavras, ou mesmo se tiver esquecido de inserí-las, podemos acrescentar agora. O Lightroom também cria um banco de dados com todas as palavras já utilizadas, além de mostrar as mais recentes, e também sugerir outras.

Atribuir Palavras-chave no Lightroom

Atribuir Palavras-chave no Lightroom

Aba de metadados, como copyright, autor, data da foto, câmera, lente etc

Aba de metadados, como copyright, autor, data da foto, câmera, lente etc

Com tudo isso definido, podemos ir para o modo de “Revelação”, tecla de atalho D, onde faremos as correções e aplicaremos os efeitos nas imagens. Veremos isso no próximo tutorial!
Nossas aulas de Lightroom serão publicadas todas as quarta-feiras, até a próxima!

Deixe uma resposta